Dia da Ressaca

Hoje, dia 28 de fevereiro, é comemorado o Dia da Ressaca, situação com a qual estamos muito habituados e deveria ter um dia semanal para recuperação, na nossa humilde opinião. Mas, como a data é comemorada apenas uma vez por ano, nada mais justo que dar umas dicas de como se livrar da desgraçada se valendo da suculenta.

Para os dias mais frios, dá pra fazer uma boa sopinha. Mas não é creme de ervilha nem essas coisinhas veggies aí. Essa sopa é chamada de Sopa de Tripa, vinda diretamente do México para salvar nossas vidas. A composição é de forro de estômago bovino, chilli, alho, e outros condimentos mega potentes.

Mas, se a idéia é fazer algo não tão elaborado (e não tão apimentado), também funciona um simples, porém sincero, sanduíche de bacon.

Nada que a ciência não explique. Esse sanduba aumenta o nível de aminas no organismo do bebum, e elas têm o brilhante poder de “limpar a cabeça”, segundo os tais de cientistas. A mistura bacon e pão é boa nesse caso porque as proteínas e os carboidratos se quebram em aminoácidos, que são necessários ao seu corpitcho ressaquento.

Partindo desse princípio, a junção suculenta + pão ou massa deve ser bem vinda no dia seguinte do trago, e cabe em qualquer bolso. Imagina, dá pra fazer um sanduba em casa mesmo, ir no McDonald’s e assassinar um Cheddar ou coisa que o valha, ou ter uma ressaca chique e ir na Usina de Massas ou no Barranquinho comer uma massa com filé. Tem pra todo o gosto.

Café da manhã

Para quem vive na correria, não consegue sentar na mesa antes do trabalho pra um belo café da manhã, mas não abre mão de um bacon pra começar bem o dia, fio dental sabor café da manhã! Tem de waffle, café e a suculenta matinal, bacon!

Ah, e ainda faz uma média com o dentista…

Dia da Sedução

É, dizem que hoje (23 de fevereiro) é o dia dedicado para isso e, por quê não, se dedicar à culinária para seduzir alguém especial? Muitos já usam desta arte para a sedução e não apenas pela comida (afrodisíaca ou não)propriamente dita, mas pelo clima que envolve o cozinhar, a bebida que vai harmonizar com o cardápio escolhido e, é claro, pela hora que a comida é servida, uma verdadeira celebração – arrisco dizer que o jantar tem um clima mais sedutor 😉

Nossa receita para o dia de hoje é o Espaguete Levita, que tem entre seus ingredientes a ostra, considerado um dos produtos mais afrodisíacos da culinária.

Ingredientes:

4 aspargos verdes
6 ostras
1 colher de sopa de azeite extravirgem
1 dente de alho
200 ml de caldo de peixe ou frango
4 estames de açafrão
1 pitada de sal
200 g de massa tipo espaguete cozido al dente
1 colher de sopa de salsa picada

Preparo: Limpe os aspargos, tire a ponta e corte o restante em rodelinhas; reserve. Abra as ostras e elimine as conchas; reserve. Aqueça o azeite. Refogue o alho rapidamente. Coloque os aspargos. Junte o caldo. Deixe ferver por 5 minutos em fogo brando. Acrescente as ostras. Coloque o açafrão. Corrija o sal. Adicione o espaguete e cozinhe por 2 minutos.

Receita da Revista Sabores do Sul

Seduzam muito!

 

 

Para dormir…

… no auge do conforto. Ou simplesmente para receber na sala maravilhosamente decorada os bons amigos…

nada mais phyno que um conjunto de almofadas bacon and eggs. Léééndo e yummy!

Published in: on 22/02/2011 at 13:31  Deixe um comentário  
Tags: , , , , ,

Por quê?

Published in: on 21/02/2011 at 23:04  Deixe um comentário  
Tags: ,

Galinha Escabelada da Vó Enery

Em condições normais de temperatura e pressão, a já tradicional Rave da Cerveja de Xangri-lá é acompanhada de um bom churrasco. Mas, dessa vez, a coisa foi diferente. Pra variar um pouco e também pra contar com muita praticidade, nossa super anfitriã preparou o almoço com um prato da Vó Enery.

Pra quem não conhece (nós também não conhecíamos até sábado), a Vó Enery faz uns pratos beeem apetitosos e vende pra nós pré-prontos, é só esquentar. Ela passa com seu veículo próprio pelas ruas do litoral, e é só parar a tia pra fazer as comprinhas.

De entrada, comemos uns pastéizinhos de forno, e como prato principal, a pedida foi a Galinha Escabelada da vóvis!

Esse prato em muito se assemelha ao Frango com Queijo da Lala, e o páreo para decidir qual é melhor fica realmente difícil. De qualquer forma, a Vó Enery não decepcionou, e, muito pelo contrário, encheu de um sabor maaaara a nossa tarde de sábado.

Pra quem estiver pelo litoral, #ficadica!

Asado en el cuero

O assunto tá bombando. Recebemos dois e-mails com o vídeo do churrasco no couro!! O primeiro foi enviado pela Maira – direto de Petrópolis – com um site sobre o gaúcho, churrascarias e, é claro, http://www.churrasconocouro.com/index.php !!

O outro e-mail, quem nos mandou foi o Maurício, que é da terra do José (Jaguarão) e garante que ele sabe assar um bom churrasco (nas palavras dele, esse é bagual!).

Para quem ficou curioso com o Assado en el cuero, segue o video que recebemos: http://vimeo.com/16434483

Valeu, galera!

Carne do futuro

Um biólogo chamado Vladimir Mironov, que trabalha em um laboratório de ponta em uma universidade em Charleston, nos EUA, inventou que a carne do futuro não vai sair mais das nossas queridas mimosas, e sim, do laboratório. Affe, desde que tenha o mesmo gosto!

A idéia do cara é acabar com a crise alimentar no mundo (já pode concorrer a Miss Universo). Pelo menos, ele quer por fim à fome por meio da carne, e não com brócolis e cenoura.

E pelo jeito o cidadão não está alucinando, porque já teve até apoio da Nasa em suas pesquisas. Além disso, aquela organização totalmente mala, a Peta, tá achando o máximo tudo isso e apoiando a pesquisa do Vladimir com o mais importante, o dinheiro.

Mas como o milagre da carne artificial será feito? Parece que com a utilização de células-tronco responsáveis pela formação dos músculos das mimosas desse mundo. No mínimo, interessante. Espero poder um dia experimentar para fazer o tira-teima da verdadeira picanha vs. a picanha de laboratório.  Arrisco dizer que a verdadeira é muito mais suculenta!

Fitness X Bacon

Published in: on 17/02/2011 at 10:38  Deixe um comentário  
Tags: , ,

Costelas

Pra quem curte uma boa costela bovina, suína ou de cordeiro, receita especial do Anonymus: Costelódromo.

Ingredientes:

Costela bovina
Sal grosso
Costela suína
Suco de limão
Molho de soja
Costela de cordeiro
Sal fino
Dentes de alho
Vinho tinto
Melado
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 cebola
2 cenouras
2 xícaras de arroz
4 xícaras de água

Preparo: Comece temperando as costelas. A costela bovina somente com sal grosso. Espalhe bem o sal por toda a carne. A costela suína leva suco de limão e molho de soja. E a costela de cordeiro deve ser bem temperada com sal fino, dente de alho picado, vinho tinto e melado. Espalhe bem os temperos por todos os lados das costelas. Arrume-as em uma forma e leve ao forno por 1 hora, em média, 1 hora e meia. Depende muito do seu forno. O ideal é forno moderado. Regule pela carne de ovelha e suína. Se estiverem assadas, a costela bovina também estará no ponto.

Fácil e saboroso, afinal, costela é costela!

%d blogueiros gostam disto: