É hoje que a casa cai

Hoje tem cheiro de churrasco, tem rodeio
Vamos compadre não podemos se atrasar
E o meu cavalo tá nos cascos companheiro
Vamos ligeiro que a festa vai começar.

Bombacha nova e um regalo pra morena
Abre o fole seu gaiteiro que é pra gente se alegrar
Que aqui na copa esquecemos os problemas
Por que a vida vale a pena e não podemos se entregar.

Ai, ai, ai, segura que agora vai
Ai, ai, ai, é hoje que a casa cai

Bota cerveja dá pra essa gauchada
Que a alegria desse povo atravessa a madrugada

Rui Biriva

Homenagem do Arrotando a esse gaúcho gremista!

Published in: on 29/04/2011 at 12:31  Deixe um comentário  
Tags:

Para o inverno

Published in: on 28/04/2011 at 20:56  Deixe um comentário  
Tags: , ,

É muito romantismo…

Lindo mesmo é receber flores e uma bela suculenta ao mesmo tempo!

Thanks, Shooliane Marrone!

Published in: on 28/04/2011 at 16:40  Comments (2)  
Tags: , , ,

Gaúcho Caçador

Um avião, com um gaúcho, um carioca, um catarina e um paulista,
caiu no meio de uma mata.

Já estava anoitecendo a fome bateu. Nada pra comer!

O paulista diz pro gaúcho:

– Ô gaúcho! Tu que és todo metido a macho,
vai lá fora e caça algo pra nós comermos.

O gaúcho sem deixar por menos, mas apavorado, abriu a porta do avião,

deu dois passos quando, mesmo no escuro enxergou uma onça pintada.

Se apavorou, virou de costas para dar no pé e escorregou, caindo.

A onça que já tinha dado o bote
passou por cima do gaudério e foi parar lá dentro do avião.

O gaúcho mais que ligeiro, levantou-se, fechou a porta do avião e gritou:

-VÃO CARNEANDO ESSA…
ENQUANTO EU PROCURO MAIS UMA ….

Published in: on 27/04/2011 at 17:14  Comentários desativados em Gaúcho Caçador  

Chivito

Ida ao Alegrete, compras nos free shops da Fronteira e suculenta Uruguaia! Como toda ida ao país vizinho pede uma carne a pedida do almoço de sábado (dia de compras em Artigas) foi milanesa e chivito com fritas! Para quem curte um bom X com tudo que tem direito, o fast food uruguaio nao deixa a desejar: carne, presunto, bacon, queijo, ovo, maionese e até a saladinha pra dar o colorido…

Ingredientes:

Carne (preferencialmente alcatra ou bife)

4 fatias de presunto

tiras de bacon

4 ovos

4 fatias de queijo

4 pães de hamburguer (já que aqui não temos o pão usado no tradicional chivito, o pão “tortuga”)

maionese

alface

tomate

sal

Preparo:  corte a carne em bifes. Em seguida, alize com uma marreta para evitar o encolhimento durante a preparação. Tempere a carne com sal a gosto e em uma frigideira ou chapa muito quente, coloque um pouco de azeite e frite a carne. Ao mesmo tempo, frite os ovos, pedaços de bacon e fatias de presunto. Quando a carne estiver pronta, coloque acima desta o ovo frito, bacon, presunto e uma fatia de queijo mussarela.  Espalhe a mionese no pão e decore o prato com o alface e os pedaços de tomate.

O chivito pode ser acompanhado de fritas e incrementado com pimentão, azeitona, champignon, picles… A quem interessar possa, mais um pouco de história http://lc4.in/m7F1.

Lanche da tarde

Já que não dá para comer uma bela picanha no lanche da tarde no trabalho, a gente improvisa com um Pingo D’Ouro sabor picanha grelhada. E já que não tem cerveja, vai uma Coca (Light, é claro).

Published in: on 25/04/2011 at 21:25  Deixe um comentário  
Tags: , ,

Maminha com molho de mostarda

Há algumas semanas o Arrotando resolveu participar do Shabat, o dia de descanso semanal para a religião Judaica. A experiência foi super legal, e perfeitamente finalizada com um jantar regado a vinho e a suculenta, é claro: maminha ao molho de mostarda. Yummy!

Published in: on 24/04/2011 at 18:54  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

Preparo de Peixe

Semana acabando e os próximos dias são de peixe no cardápio! Pra sair das mesmas receitas de pácoa, o Arrotando da dicas de preparo de alguns tipos de peixe:

Anchova: Água salgada. Consumido em filés ou postas, pode ser assada, cozida, com molhos.

Atum: água salgada. Carne de cor vermelha, com gordura. Com pouca espinhas. É  comido cru, cortado em fatias finas com molho de soja (shoyu), Em postas pode ser cozido ou grelhada.

Badejo: água salgada. Carne branca e macia, com pouca espinhas. Em postas, faz se a moqueca de badejo, pode se assar na grelha; pode tirar filés para rechear.

Cação: água salgada. Carne branca e firme com cartilagem. Em postas, faz se ensopados, grelhados, assados ou frito.

Dourado: água doce. Carne branca e gorda. Com muitas espinhas. Inteiro ou em postas, pode assar inteiro, o cozido em postas.

Linguado: água salgada. Carne branca e magra sem espinha. Inteiro ou em filés, pode ser assado, frito ou grelhado. Desfiado usado em bolinhos, suflês e tortas.

Namorado: água salgada. Carne branca, quase sem espinhas. Inteiro pode ser recheado e depois assado. Em postas pode ser cozido ou frito em filés.

Pescada: água salgada. Carne branca com pouca espinhas. Muita usado os filés, que pode ser empanados ou recheados.

Robalo: água salgada. Carne branca e sem espinha. Inteiro ou em postas. Pode ser recheado inteiro e depois assado. Em postas pode ser cozido, ensopado em moquecas.

Salmão: água salgada. Com carne rosada e pouca espinha. No Brasil é encontrado fresco, defumado, ou em conserva. Preparado em filés, pode ser assado, grelhado. Em conserva, pode se desfiar e fazer patês com maionese, saladas e usados para recheios de panquecas, tortas, etc.

Published in: on 20/04/2011 at 13:30  Deixe um comentário  

O lado negro da (nada) suculenta

Essa notícia vem direto de um dos nossos blogs favoritos, o Morri de Sunga Branca. Vale ressaltar que classificamos esse post na catiguria “Tiras e Piadas”, posto que uma sub-sub-subcelebridade dessas só pode representar algo digno de muitas risadas.

A beldade (not) abaixo atende por nome de Mulher Filé.

Hmmm… melhor renomeá-la para “Mulher Carne de Segunda”.

Enfim, ela foi refém de um sequestrador (pelo jeito interessado em carne ruim) dentro do escritório do seu empresário, Eduardo Nabo. Estavam afim de fatiar a carne e cortar o nabo em pedacinhos. Affe.

Ah… a picanha…

Já falamos sobre essa ilustre suculenta tantas vezes… mas não nos cansamos de repetir.

A picanha da Churrascaria Portoalegrense.

Localizada na esquina da Av. Pará com a Guido Mondin, em Porto Alegre, a churrascaria já nos presenteia há mais de 20 anos com uma carne muito especial, sempre macia e saborosa. Além disso, o atendimento nunca deixa a desejar.

#Ficadica. De novo.

%d blogueiros gostam disto: