Mistura 2012

Para divulgar o Mistura 2012 (importante feira Gastronômica Internacional da América), a Taca e a Associação Peruana de Gastronomia levaram um chef à bordo do voo Lima – Buenos Aires para preparar um ceviche (prato ícone do Festival), a 3 mil pés de altura, para os passageiros e divulgar o Mistura! Adorei!

Foto: Taca/Divulgação

 Os chefs, gourmets e produtores peruanos estarão reunidos de 7 a 13 de setembro em Lima.

CEVICHE

Ingredientes:

• 400 gramas de filé de peixe (Linguado, Tilápia, Saint Peter, Pintado, Corvina, Mero ou Cojinovo)

 • 2 limões

 • Sal a gosto

 • Pimenta dedo-de-moça sem sementes a gosto

 • Cebola roxa a gosto

• Coentro a gosto

Preparo: Corte 400 g de filés de peixe em pedaços pequenos, coloque em uma assadeira e regue com o suco dos 2 limões. Depois, tempere com sal, pimenta dedo-de-moça sem sementes, cebola roxa em fatias finas e coentro a gosto. Tampe e leve à geladeira. Ele está pronto em 5 minutos.

Dica: Você pode também deixá-lo na geladeira por mais tempo (2 horas) para que o sabor fique mais acentuado. Sirva acompanhado de fatias de pão, batatas cozidas ou abacate picado e temperado com azeite, sal, cubinhos de tomate e salsinha fresca.

 

art gourmet – “WE LOVE BACON”

Amigos gaúchos que estão em SP, paulistas, adoradores de arte, cerveja e bacon, dia 15/09 tem a 2° edição do Art Gourmet! Fiquei sabendo deste evento através de um e-mail da Paloma Zaragoza (chef disso tudo) e recomendo! A ideia, basicamente, é uma harmonização  das cervejas ROGUE voodoo bacon maple ale  e omais cervejas geniais com pratos baseados em porco. Delícia não?!

A quem interessar possa, ta aí o convite dessa 2° edição do Art Gourmet

E fica meu pedido aos que comparecerem: fotos e pareceres para um post pós evento!

Paella Valenciana

Não sei quem a fez. Sei que foi por encomenda de um grande amigo da família para comemorar seu aniversário. Sei, também, que estava maravilhosa!

Fica a promessa de descobrir a fonte oficial dessa paella valenciana (aquela que tem frutos do mar e carnes) soon.

Published in: on 27/08/2012 at 17:45  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

Roupas embutidas

Fico feliz em dizer que nem todo vegetariano está perdido. Há alguns que são reinseridos à sociedade da carne com sucesso (a exemplo da nossa amiga Carol), e outros que, por mais que curtam um bom alface, tem na carne o seu ganha pão.

Esse último é o caso da engenheira têxtil alemã Silvia Wald, que vende roupas e outros artigos em formato de carne, em suas tantas variedades. A loja, chamada Aufschnitt, tem um visual todo trabalhado na estética do açougue. Ao próximo que for a Berlim, temos encomendas!

Fotos: Gero Breloer/AP

Published in: on 23/08/2012 at 12:59  Deixe um comentário  
Tags: , , , ,

Sushiboy

A moda do sushi já rola faz um tempo, e a gente bem sabe que existem muitos sushimans espalhados por aí. Talvez por isso não sejamos as maiores fãs de postar notícias relacionadas a essa deliciosa comida japonesa, afinal, não queremos ficar colocando aqui “mais do mesmo”.

Mas, dessa vez, o caso é diferente. Estamos diante de um sushiboy. Meu primo de 14 anos, neto de japoneses, conhece bem a arte de fazer e saborear peixinhos crus, e não deixa por menos na hora de colocar a mão na massa.

Parabéns, Lucas Tsunaki! Algo me diz que essas habilidades culinárias não vão parar por aqui…

Published in: on 22/08/2012 at 11:14  Deixe um comentário  
Tags: , , , ,

Como se faz o bacon?!

Published in: on 20/08/2012 at 18:00  Deixe um comentário  

Desopilando…

Depois de um dia nuvem negra, um happy com as amigas salva – ainda mais se for num bom lugar! Na quinta-feira da outra semana, o encontro para desabafo foi no Apolinário, certeza de cerveja gelada. E como a cerveja não passa sozinha, comidinhas de Boteco para acompanhar. Eu cheguei cedo no bar e fiquei lendo o cardápio de cabo a rabo, foi então que resolvi inovar – já que sempre acabo na pizza com carne de panela (recomendo!) ou nos escondidinhos. O meu pedido foi um sanduíche “Milanesa”: pão cervejinha, bife à milanesa, queijo, chimichurri e molho de queijos! Deliiiicioso o “bauru do apolinário”!

a Márcia acabou no escondidinho de camarão… com grandes camarões!

Salve esses bons momentos!

Published in: on 17/08/2012 at 10:44  Deixe um comentário  
Tags: , ,

Henrique. Don Henrique.

Por Átila Rocha

Como diria um amigo meu: “andar pela Getúlio Vargas é como jogar em casa”. E isso se deve à Churrascaria Don Henrique, a Don. Comecei a frequentar o lugar em 2004, quando o espeto corrido custava só 9 Dilmas. Lá se vão 8 anos, mas o carisma dos garçons sósias de famosos (John McClane, John Travolta, Alemão Robinho que pedalava o copo servindo cerveja), o tratamento VIP do proprietário do estabelecimento Sr. Bigode (até hoje eu não sei o nome dele) e a qualidade da comida continuam as mesmas.

A simplicidade já fica na cara quando tu chega no lugar, adornado com um luminoso clássico patrocinado pela Coca e um banner amarelo que só muda o preço: R$17,00 em dia de semana. Sábado e domingo o lugar bomba e fica uns 3 ou 4 reais mais caro. Honesto e democrático.

Entrando, as placas deixam claro que a conta deve ser pedida na mesa. E não é feito embrulho pro seu cachorrinho. E não trabalham com nenhum tipo de cartão. É um ponto fraco, mas isso reforça o ritual único de tu ter que sacar dinheiro só pra ir na Don. É como se tu fosse no McDonalds: não é hamburger, é McDonalds. Não é uma churrascaria, é a Don!

Quando tu senta, logo de cara te oferecem bebida. Coca de garrafinha para os fracos e Serramalte para os Vikings, útil pra balancear com o molho de alho único do lugar. Aí começa o tratamento VIP: o molho é exclusivo da maminha com alho, mas como o dono já conhece o pessoal manda, cremeiras com néctar de alho na mesa, onde cada um decora seu corte, encharca o coração ou elabora bombas de polenta recheadas.

Os acompanhamentos são simples: polenta frita, cebolinha em conserva, vinagrete, arroz, alface (que é mandada de volta pra cozinha, pois trata-se de um enfeite) e a melhor salada de maionese de Porto Alegre. Eu sei, a tua vó faz a melhor salada de maionese da história, mas acreditem, a da Don é melhor.

Os cortes são poucos mas excelentes: salsichão, coxinha de frango e coraçãozinho abrem os trabalhos. Tudo muito bem assado e com tempero peculiar do lugar. Sem ordem definida, aparecem os cortes principais: Lombo de Porco, Costela, Vazio e Maminha. Essa última a melhor carne do local. E pra desbaratinar, tem a maminha com alho direto da churrasqueira.

Essa é a rotina na próxima hora de vida: Serramalte, molho de alho, acompanhamentos e carnes. Tudo combina muito bem. O bom é que fica tudo na mesa e tu não precisa se movimentar pra nada, só pra ir embora rolando e pra pedir uma polenta quente quando o astuto garçom ainda não renovou. Cada um vai fazendo sua composição de quitutes no prato, como podem ver na foto do meu: coraçãozinho, vinagrete, maionese e molho de alho prontos para um frenesi de emoções quando uma fatia de maminha sangrenta cair no prato.

Aliás, o amigo que me apresentou a Don Henrique é presença constante no lugar e fez questão de elaborar um canapé: maminha, polenta e molho de alho. Sucesso total!

Durante a janta, Sr. Bigode sempre aparece na mesa perguntando se está tudo certo. Puro carisma. Na conta, os caras te dão moedinhas de troco, úteis pra pagar o flanelinha. Saindo tem uma térmica de café conhecido como chazinho de formiga de tanto açúcar na composição. Mas pra te manter acordado até chegar em casa, é justo!

A Don fica na Getúlio Vargas, quase esquina com a Botafogo.O estacionamento tem que ser ali pela rua mesmo. Com cerveja, tu gasta em torno de 30 mangos e sai totalmente satisfeito (pra não dizer totalmente estufado) e pronto pra manter qualquer vampiro afastado.

At-la e o dono da Don

Vazio

Vazio

Serramalte sempre acompanhando

Mesa cheia de quitutes

Molho de alho + polenta

Maminha com alho

Maminha sem alho

Clássica fachada da Don

Coração

Cartazes com informações essenciais

Canapé de maminha

Valeu, Átila!

Fiquei com fome, e depois quase que satisfeita, só de olhar tamanha fartura!

Dica da Palmirinha no Dia do Solteiro

A vovó culinarista mais famosa do país dá uma dica prática para aqueles solteiros que são um zero à esquerda na cozinha:

“Na cozinha tem que ter sempre temperos como alho, cebola, azeite, óleo e um peixe, carne ou outra coisa que vocês gostam de comer, para poder fazer rapidinho. Por exemplo, faz um filé mal passado com uma salada e está ótimo”.

Concordamos, Palmirinha! Carne é sempre um bom começo para qualquer refeição, seja para os experts ou para os iniciantes.

A entrevista completa pode ser vista no site R7.

Published in: on 15/08/2012 at 14:48  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

Dia da Pintura

Típico dia que a gente não faz idéia que existe e acaba tendo (um breve) conhecimento por causa do google e “tipo google”. Nesse 11 de agosto, um registro da obra de Francis Bacon  feito no Instituto de Arte de Chicago.

%d blogueiros gostam disto: